FÓRUM NACIONAL DOS CENTROS DE ESTUDOS E ESCOLAS DAS PGES E PGDF

Fonace realiza reunião na PGE-ES

A procuradora chefe do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento da Procuradoria Geral do Estado da Bahia, Alzemeri Martins Ribeiro de Britto, coordenou, na última sexta-feira (29), na sede da Procuradoria Geral do Estado do Espírito Santo, a segunda reunião do ano de 2019 do Fórum Nacional dos Centros de Estudos e Escolas das Procuradorias Gerais dos Estados e do Distrito Federal (Fonace).

O Fórum é um espaço para a troca de experiências e aprimoramento das práticas de educação corporativa e gestão do conhecimento nos âmbitos das Procuradorias Gerais dos Estados e do DF e debate temas de interesse comum a todas as unidades da federação.

“O FONACE está amadurecendo enquanto rede e agora, mais do que um espaço de troca de experiências, passa a ser um ambiente de trabalho conjunto das PGEs, à semelhança da Câmara Técnica do CONPEG. São vários projetos que estão em vias de ganhar corpo e trazer influências concretas sobre as atividades finalísticas e de sustentação de todas as Procuradorias, a exemplo do Banco Nacional de Pareceres e Peças Processuais,  o movimento de qualificação das revistas jurídicas pelos padrões da CAPES, a pós-graduação em advocacia pública e o Encontro Nacional da Advocacia Pública, estes últimos em parceria com a AGU”, declarou Alzemeri Britto.

Pauta

Na ocasião, o procurador do Estado da Bahia Ailton Cardozo da Silva Júnior fez uma breve exposição sobre o tema ‘Gestão da educação corporativa e do conhecimento na Advocacia Pública – inovação e formação de redes colaborativas’. Em seguida foi elaborado e aprovado do Plano de Ação Fonace 2019-2020.

Ainda integrando a pauta da reunião,  foram realizadas apresentações sobre projetos relacionados a oportunidades conjuntas de capacitação e gestão do conhecimento para a Advocacia Pública brasileira; projeto ESAP- PGE-RJ; IDDE; modelo de residência jurídica da PGE-ES; planos de ação dos Centros de Estudos e Escolas para 2019.

Participaram do encontro representantes dos Centros de Estudo das PGEs dos estados de Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, além de representantes da Advocacia Geral da União.

Fonte: ASCOM/PGE